Como a Cyber Threat Intelligence otimiza a segurança de dados

threat intelligence

O termo Threat Intelligence tem ganhado cada vez mais destaque, especialmente em grandes corporações. A explicação para isso é óbvia, visto que os crimes cibernéticos apresentam altas constantes.

E esse fato é comprovado em números pelo estudo da EY (Ernst & Young). A pesquisa feita com mais de 130 líderes de companhias ao redor do mundo apontou que a ocorrência de ataques cibernéticos durante a pandemia triplicou.

Aproximadamente 80% dos entrevistados relataram algum tipo de impacto negativo nas operações devido aos ataques e identificaram phishing, malware e negação de serviço como os meios mais comuns de operação dos cibercriminosos.

Dessa forma, é preciso evoluir seu conhecimento ao mesmo passo que os hackers evoluem suas habilidades. Para isso, o primeiro passo é entender esse conceito, seja por meio de cursos ou contratação de especialistas.

Para te ajudar nesse processo, abaixo você poderá compreender melhor o que é threat intelligence. Além disso, descobrirá a importância da estratégia para sua empresa, bem como alguns de seus principais benefícios.

O que é Threat Intelligence?

Em uma tradução literal, threat intelligence pode ser interpretada como Inteligência de Ameaças. Com isso, é possível entender que este é um setor que visa proteger a empresa de possíveis ataques. Esse trabalho, entretanto, apresenta várias etapas e tarefas, sendo necessário contar com uma equipe hábil para realizá-lo.

Todo o processo se inicia com o conhecimento a respeito de novos ataques. A partir daí, começa a etapa de prevenir essas investidas, ou ao menos diminuir seu impacto negativo.

Para isso, diversos materiais são utilizados, desde planilhas e documentos a indicadores e sistemas próprios. Tudo isso para assegurar sua proteção e a de seus clientes e parceiros.

Cyber Threat Intelligence x Cibersegurança: tem diferença?

Um ponto de destaque dentro dessa discussão está na diferença entre threat intelligence e cibersegurança. De maneira direta, pode-se dizer que o primeiro se refere à análise de informações a fim de descobrir e entender possíveis ameaças.

Seu objetivo, portanto, é o de prevenir ou mesmo antecipar os ataques, preparando a empresa para estes. A cibersegurança, entretanto, tem seu foco nas ameaças já presentes no mercado e podem atingir a organização.

Dessa forma, seu objetivo é garantir a proteção da companhia contra roubos ou danos por meio de investidas físicas, digitais ou até mesmo humanas. Aqui, o destaque está na criação de táticas de segurança e investimento em barreiras virtuais.

A importância da Threat Intelligence para as empresas

Você já deve ter percebido a importância de investir em threat intelligence. A prática garante a segurança e o respeito de uma corporação, bem como assegura o andamento correto de todos seus processos internos.

E se engana quem acha que este recurso só deve ser utilizado por grandes empresas. Um estudo da Kapersky mostrou que 70% das micro, pequenas e médias empresas da América Latina já possuem algum tipo de solução especializada em segurança. Deste número, 96% optaram por serviços pagos.

Além disso, de 2020 para 2021, o número de micro, pequenas e médias empresas que resolveram se proteger virtualmente dobrou. Para que você entenda a escolha destes empresários, vamos abordar 8 dos principais benefícios de se apostar nessa tática. Veja:

1. Atualização

A evolução tecnológica ocorre para todos, inclusive para os criminosos. Cada vez mais adaptados às novas tecnologias, eles possuem a habilidade de entrar em praticamente qualquer lugar. Não é uma tarefa simples manter-se um passo à frente deles.

Porém, essa ameaça constante fará com que você se mantenha alerta e invista ainda mais na evolução tecnológica. Mais do que apenas estar preparado, investir em um setor de threat intelligence representa uma constante atualização. Na prática, isso significa que você evoluiu junto aos hackers, de maneira que não seja surpreendido por nenhum novo golpe ou ameaça.

E, em um mundo em que informação é um bem tão precioso, ter dados do futuro é um grande diferencial competitivo.

2. Tomada de decisão

Uma das maiores dificuldades de se combater os ciberataques está no desespero que toma a companhia quando este ocorre. Em geral, líderes de todos os departamentos se unem à diretoria para buscar soluções.

Com pouco conhecimento técnico e abalados pelo ocorrido, a possibilidade de optarem pela estratégia errada é grande. Com isso em mente, um ponto interessante a se destacar é o processo de tomada de decisão com o auxílio do threat intelligence.

Para entender esse conceito, basta considerar a quantidade de informações que se terá à disposição para definir qual caminho tomar. Aqui, a empresa já estará preparada, apenas é necessário iniciar um protocolo pré-estabelecido para a situação.

3. Capacitação

Vale a pena destacar, também, que não é possível apostar no threat intelligence sem o apoio dos gestores. Assim, se faz preciso que não somente o departamento designado, mas toda a corporação tenha ciência dos riscos e ameaças de ataques.

A liderança, então, possui um papel fundamental caso algo negativo ocorra. Para garantir que todos estejam preparados, portanto, o mais indicado é investir em treinamentos e capacitações.

Por meio destes, será mais simples criar planos e estratégias com a cooperação de todos. Dessa forma, mesmo que nada aconteça, você contará com uma equipe treinada e capaz de lidar com a situação sem maiores problemas.

4. Segurança

Quando se fala do sistema de defesa criado com a aplicação do threat intelligence, é preciso separá-lo em dois tópicos. O primeiro, então, é justamente a segurança, tanto da empresa quanto de seus colaboradores e parceiros. O foco, aqui, se encontra na integridade e no bem-estar de todos que te apoiam diariamente.

Ainda que sejam crimes cibernéticos, há toda uma preocupação envolvida, o que acaba caindo sobre os colaboradores. Investir em práticas que garantam que nada de errado aconteça, portanto, é uma grande vantagem para qualquer empresa. Os funcionários se sentirão mais seguros e, assim, poderão render mais e entregar resultados melhores.

5. Proteção de dados

O segundo ponto do sistema de defesa encontra-se não fora, mas sim dentro de seu sistema. Nesse momento, a maior preocupação está no banco de dados de organização, o qual conta com informações sigilosas sobre sua estratégia comercial, seus consumidores, fornecedores e tantos outros parceiros.

Além do perigo de ter esse material divulgado, há toda uma situação que envolve, também, a imagem da empresa perante o mercado. Com tantos casos como esse acontecendo diariamente, se faz interessante assumir uma postura mais ativa. Para isso, é preciso estar preparado para qualquer ataque que possa ocorrer e limitar suas portas de entrada.

6. Produtividade

Não é segredo para ninguém: garantir a segurança da empresa interfere no trabalho de sua equipe. Enquanto estiverem preocupados ou com outras demandas, muito provavelmente não conseguirão render o esperado.

A tendência, então, é que a produtividade de seu time seja maior se estiverem seguros. Ainda neste benefício, é bom destacar que, se não estiver preparado, o caos se instalará em caso de ataque.

Funcionários de diversos departamentos terão que parar tudo o que estiverem fazendo somente para tentar resolver a situação. Ao investir em threat intelligence, portanto, você assegura que a organização continuará operando normalmente independentemente do que aconteça.

7. Competitividade

O conjunto de todos os fatores terá como resultado uma série de diferenciais frente a seus concorrentes, representando maior competitividade.

Na prática, é possível conquistar mais clientes e ganhar participação de mercado. A justificativa para isso é simples, visto que, enquanto todos se preocupam com a segurança, você trabalha normalmente.

Contando com um setor de threat intelligence, essa sua preocupação será constante, porém, destinada a uma equipe específica para isso. E isso, em mercados concorridos, pode representar a diferença entre os que crescem e os que se estagnam.

8. Redução de custos

Por fim, é preciso salientar o ganho financeiro que uma corporação tem ao apostar no threat intelligence. Ainda que o investimento inicial possa ser alto, as vantagens a médio e longo prazo serão suficientes para garantir um bom custo-benefício.

Primeiramente, há o principal: você deixará de gastar com ataques, multas, taxas e publicações de desculpas. Além disso, há toda a questão de produtividade e competitividade citadas acima.

Em ambos os casos, ocorre uma queda nas despesas, ao mesmo tempo em que se aumenta o lucro. Isso, então, representa ganhos incontáveis à companhia, tanto financeiros quanto de imagem, relacionamento e mercado.

O papel dos indicadores de comprometimento aliados a Threat Intelligence

Dentro do conceito de threat intelligence, se faz necessário possuir também conhecimento a respeito dos indicadores de comprometimento. Conhecidos pela abreviação IoC, esses são fatores que indicam a presença de violações na segurança de dispositivos ou sistemas.

Por meio dos IoCs, sua equipe de segurança poderá trabalhar com dados concretos e agir de maneira mais rápida. Eles, portanto, são ferramentas importantes para assegurar a proteção de sua empresa e seus dados. Alguns desses indicadores são:

  • variações de perfis e dispositivos;
  • oscilação de respostas em HTML;
  • tráfego de saída de rede incomum;
  • solicitação DNS com desvio;
  • atividades irregulares de usuários;
  • volume de solicitações para um mesmo arquivo.

Como aplicar a Threat Intelligence no seu cotidiano?

Para contar com todas as vantagens do threat intelligence, se faz preciso buscar por ferramentas completas. Essas te possibilitam atuar de forma ativa na proteção de sua empresa, bem como facilitarão o trabalho de sua equipe nessa tarefa.

Nesse momento, porém, o mais indicado é contar com parceiros que te auxiliem durante todo o processo e te garantam o sucesso da empreitada. E, para isso, a TIQS se apresenta como a solução perfeita para você e sua organização.

Com mais de 10 anos de atuação, a empresa possui escritórios no Rio de Janeiro e em São Paulo. Sua solução de Cybersecurity é feita sob medida, com vigilância constante, controle de estratégia, confidencialidade e integridade. Além disso, a companhia apresenta mais velocidade, maior praticidade e menor custo para você.

Tem alguma dúvida ou quer entender melhor as soluções da TIQS? Entre em contato e converse com especialistas sobre sua situação. Com certeza descobrirá que há um produto ideal para sua necessidade.